VI

Foi uma 6ª edição atípica do GUIÕES. Perante o cenário adverso do COVID-19, a 6ª edição do festival decorreu com algumas alterações do programa inicialmente previsto/definido.

A entrega dos prémios do GUIÕES VI decorreu no final da sessão do Boni Bonita na Cinemateca Portuguesa, no dia 11 de Março, com os seguintes resultados:

1º Lugar – Augusto Brasil, “Terra Turva”

2º Lugar – Mario Oshiro, “O Outro Que Nos Habita”

3º Lugar – Carlos Marcelo, “Personal”

Parabéns aos vencedores e a todos/as finalistas!

Enquanto parte do programa que estava previsto para esta 6ª edição, foi possível manter e realizar as sessões do “Boni Bonita” e do “Helen” na Cinemateca Portuguesa, bem como as Masterclasses e o Mini-Lab de escrita de séries entres os dias 11 e 13 de Março no Hotel Dom Carlos Park.

O cancelamento da sessão de pitch – momento que é muito importante para os finalistas / guionistas – foi um forte revés nos nossos objectivos anuais de realização do festival. Tentando encontrar uma solução que permitisse compensar esse cancelamento (cumprindo os propósitos e os objectivos do festival) e aproveitando a quarentena forçada que nos afecta, criámos uma versão alternativa da sessão de Pitch do GUIÕES VI.

O pitch dos finalistas foi assim feito de forma virtual, através de vídeo-pitch, no qual foram endereçados convites a produtores, distribuidores, delegados da indústria cinematográfica de Língua Portuguesa para aderirem e participarem na sessão virtual de Pitch do GUIÕES VI.

As candidaturas para a 7ª edição do festival estão previstas abrir ainda no primeiro semestre de 2020. Contamos convosco para celebrarmos juntos o futuro do cinema de Língua Portuguesa.