JÚRI

GUIÕES VIII

LONGAS

Davi Pretto

Davi Pretto (Porto Alegre, 1988) escreveu e dirigiu os longas-metragens “Castanha” (Festival de Berlim – mostra Forum, 2014) e “Rifle” (Festival de Berlim – mostra Forum, 2017). Em 2018, foi selecionado pelo DAAD Berlin Artists-in-Residence. Atualmente, filma seu terceiro longa-metragem “Casa no Campo”, uma coprodução Brasil, França e Argentina, premiada pelo Berlinale World Cinema Fund.

João Monteiro

João Monteiro é diretor e programador do MotelX – Festival Internacional de Cinema de Terror desde a sua fundação em 2007. Trabalhou como Publicista entre 2003 e 2008 na CLAP Filmes. Realizou o filme “Nos Interstícios da Realidade ou o Cinema de António de Macedo”, que ganhou o Prémio Sophia para Melhor Documentário em 2018, foi exibido como filme de encerramento no DocLisboa, Sitges International Film Festival, Marfici Buenos Aires, Festival de Cinema Luso-Brasileiro Santa Maria da Feira, Funchal Film Fest, Cine-Atlântico Ilha Terceira, distribuído em Portugal pela Nitrato Filmes e exibido por duas vezes na RTP. Organizou em 2019 um debate para a 21ª conferência EUROPA CINEMAS NETWORK e no mesmo ano foi seleccionado com o seu projeto “In Corman’s Territory” no âmbito do Pitch Me – Programa de Apoio à Escrita e Desenvolvimento promovido pela Academia Portuguesa de Cinema. Em 2020 foi contemplado com apoio à Escrita e Desenvolvimento do ICA para esse mesmo projeto, que será a sua segunda longa-metragem.

Paula Cosenza

Sócio-Fundadora do Ventre Studio. Produtora internacional, produziu séries, longas e documentários em parceria com Netflix, Disney, HBO, FOX, Warner Bros e Sony Pictures, entre outros. Suas produções foram exibidas e premiadas nos festivais de Cannes, Berlinale, San Sebastian, Sundance e Telluride. Entre elas: ‘Casa de Antiguidades’, de João Paulo Miranda Maria; ‘Araña’ e ‘Violeta foi para o Céu’, ambas de Andrés Wood; ‘Ausência’, de Chico Teixeira; e ‘Tropicália’, de Marcelo Machado. Como distribuidora, adquiriu e lançou no Brasil títulos como “Parasita” de Bong Joon-ho e “The Square” de Ruben Ostlund. É membro do EAVE (European Audiovisual Entrepreneurs) e foi nomeada pela Variety como “Latin American Producer to Watch”. 

PILOTOS DE SÉRIES

Felipe Poroger

Felipe Poroger é executivo de desenvolvimento de séries da Anonymous Content Brazil, em joint venture com a RT Features e Creative Artists Agency (CAA). Roteirista e diretor, cujos curtas foram exibidos em diversos festivais brasileiros e internacionais, é também criador do Festival Finos Filmes, mostra de cinema que em 2022 chega à nona edição.

Inês Gomes

Tirou Comunicação Social e Cultural, na Universidade Católica Portuguesa. Ainda experimentou o jornalismo, mas depressa mudou para a ficção. Iniciou a carreira como argumentista em 2001, começando a trabalhar para a Casa da Criação onde foi guionista de telenovelas como “Saber Amar” e “Queridas Feras”. Coordenou os projectos juvenis “Morangos com Açúcar” (séries 3 e 4) e, já na SP Televisão, “Lua Vermelha”. Foi também na SP Televisão que escreveu séries como “Velhos Amigos”, “Maternidade”, “Depois do Adeus” e mais recentemente “Glória” para a Netflix. É autora das novelas “Mar Salgado”, “Amor Maior”, “Terra Brava” e “A Serra”. Leccionou a cadeira de “Desenho de Narrativas”, na ESCS.

João Lacerda Matos

Mestre em Comunicação e Cultura, Argumentista de profissão, escreve e cria conteúdos de ficção para audiovisual desde 2001. Nos últimos 20 anos escreveu e criou conteúdos de ficção no formato telenovela, série, telefilme e filme para a RTP, SIC, TVI, Shanghai Media Group (China), TV Zimbo (Angola), Cinemundo e OPTO, tendo trabalhado com as principais produtoras de audiovisual portuguesas. Trabalhou como Headwriter em diversas equipas de escrita, como script doctor, script editor e como coordenador de conteúdos de programas de entretenimento chefiando equipas criativas e de produção de conteúdos. No momento, tem uma ligação contratual à SIC como argumentista. Os seus trabalhos mais recentes são as séries “A Lista” e “O Clube” (disponíveis na OPTO), “Vento Norte” (exibida na RTP em 2021) e o filme “Salgueiro Maia – O implicado” (Cinemundo/Skydreams/RTP) com estreia marcada para Abril de 2022.

PT CO-PROD/IN-PROGRESS

Anette Dujisin

Anette Dujisin é uma profissional da indústria cinematográfica que trabalha entre Portugal, Espanha e Itália. Ela é a country manager da Filmin Portugal, uma plataforma VoD dedicada ao cinema independente, parte da Comunidad Filmin, que também opera em Espanha e no México. É também programadora da Semana da Crítica do Festival de Cinema de Veneza, mostra paralela dedicada às primeiras longas-metragens, e também programadora da Festa do Cinema Italiano em Portugal, Brasil, Angola e Moçambique. Anteriormente, foi coordenadora do HBO Europe Award – Last Stop Trieste no fórum de coprodução When East Meets West e trabalhou no Departamento de Indústria do Festival de Cinema de Veneza, entre outras colaborações com festivais de cinema e eventos da indústria.

Eva Dottelonde

Após um duplo mestrado na Sciences Po Aix-en-Provence e na Sorbonne University, Eva integrou a equipa de marketing da Wild Bunch International. Com maior interesse no lado criativo, ela juntou-se à Federation Entertainment, para trabalhar no desenvolvimento de séries. Depois de vários meses, ela mudou para sua subsidiária, Mercer Productions, como assistente criativa. Mais recentemente, Eva regressou à Wild Bunch International para trabalhar em aquisições para vendas internacionais e também é responsável pelas co-produções na Getaway Films.

Maya Barenstein

Perseguindo a sua paixão pelo cinema, Maya Barenstein começou a trabalhar na indústria cinematográfica em 2016, quando ingressou na seção Pro do Festival de Cinema de Locarno, fazendo parte da equipa até 2021. Formou-se em Literatura Inglesa e Estudos Cinematográficos na Universidade de Zurique (licenciatura) em 2019 e obteve um Mestrado em Apresentação e Preservação da Imagem em Movimento na Universidade de Amsterdão em 2021. Ao longo dos seus estudos, continuou a trabalhar em cinema, ganhando alguma experiência em produção e distribuição digital. Desde janeiro de 2021, Maya ingressou na Coproduction Office, uma empresa internacional de produção e vendas com sede em Paris e Berlim, onde atualmente trabalha como Executiva de Vendas, lidando com vendas em Itália, América Latina e vários países asiáticos.

Yasmine Talli

Depois de estudar gestão de instituições culturais na Sciences Po Lille, Yasmine Talli iniciou a sua carreira na ARTE France Cinéma (subsidiária do canal de TV europeu ARTE responsável pelas coproduções de filmes). Lá ficou 2,5 anos ocupando diferentes cargos: primeiro assistente de produção, depois júnior de negócios e finalmente coordenadora de projetos de longa-metragem. Trabalhou em coproduções como THE WHISTLERS de Corneliu Porumboiu, COLD WAR de Pawel Pawlikowski, WILD GOOSE LAKE de Diao Yinan, THE SQUARE de Ruben Ostlund, TITANE de Julia Ducournau entre muitos outros. Depois disso, Yasmine trabalhou por um ano para a SOFICA Cofinova – uma empresa francesa de financiamento privado para cinema independente baseado em incentivos fiscais – como gerente de investimentos em cinema e financiou filmes como HAPPENING de Audrey Diwan, THE RESTLESS de Joachim Lafosse ou PARIS 13TH de Jacques Audiard. Yasmine ingressou na mk2 Films como gerente de aquisições em 2021.