JÚRI

RENATA PINHEIRO

Renata Pinheiro iniciou sua carreira em Artes Visuais, realizando várias exposições em galerias do Brasil e do exterior. A sua aproximação com o cinema se deu a partir do seu estudo sobre instalação e espaço na John Moores University, em Liverpool-RU. Na sua obra cinematográfica, a construção visual é um importante elemento de construção da narrativa. Superbarroco, curta-metragem, seleção oficial na Quinzaine des Réalisateurs – Cannes (2009), ganhou mais de 30 prêmios ao longo de sua carreira. O curta Praça Walt Disney participou de importantes festivais como Roterdan, Locarno e IndieLisboa, onde ganhou prêmio especial do juri.

O seu longa-metragem de estreia, Amor, Plástico e Barulho, seleção oficial do IndieLisboa (2014), é vencedor de mais de 15 prêmios, entre eles  Melhor Atriz, Melhor Atriz Coadjuvante e Melhor Direção de Arte no Festival de Brasília (2013), Melhor filme no festival Brafftv (Canadá), Melhor filme pela ABRACINE (Associação Brasileira de Críticos de Cinema) no Aruanda Fest, entre outros. Renata Pinheiro vem desenvolvendo trabalhos de consultoria de roteiro e é líder do Núcleo Criativo para desenvolvimento de projetos audiovisuais – Corpo Estranho. Assina os roteiros Açúcar (longa ficção), Africa Da Sorte (serie de tv), Amor, Plástico e Barulho (longa ficção), Estradeiros (longa doc), Carro Rei (longa ficção em preparação) e Vago (longa ficção em desenvolvimento).

TICIANA AUGUSTO LIMA

Nascida em 1988, Ticiana é natural de Fortaleza e atua como produtora desde 2009. É sócia-fundadora da Tardo Filmes. Produziu seis longas – Doce Amianto (2013); A Misteriosa Morte de Pérola (2014); O Animal Sonhado (2015); O Estranho Caso de Ezequiel (2016); Porque era Ela (2016), O Clube dos Canibais (em pós-produção) – e mais de dez curtas – entre eles Dizem que os cães veem coisas (2012); A Festa e os Cães (2015); De Terça pra Quarta (2015); Monstro (2015) e Cidade Nova (2015). Seus filmes foram exibidos em importantes festivais nacionais – como Brasília, Tiradentes, Janela, Panorama – e internacionais – como Locarno, Rotterdam, Tampere, Indie Lisboa, Cinema du Réel, AFI Fest, entre outros. Ticiana busca desenvolver um modelo de produção criativa, em que possa acompanhar os projetos desde seu surgimento, como forma de pensar aspectos de produção de maneira conjunta às demandas de linguagem de cada um dos filmes. Também atua como realizadora, tendo dirigido o curta Vailamideus (2014) e o longa O Animal Sonhado (2015).

BILL LABONIA

Cineasta de formação, nascido em Recife e radicado em Vancouver, no Canada. Começou a carreira em 2005 quando cursou a faculdade de Cinema no Rio de Janeiro. Especializou-se em Produção Cinematográfica na New York Film Academy e no Canadá, especializou-se em Roteiro de Cinema e TV pela Vancouver Film School. Em 2015 foi premiado no Digitalmation Awards como Melhor Piloto de TV com a animação Obscurity, a mesma que recebeu menção honrosa no Canada International Film Festival em 2016. No mesmo ano, foi premiado no Cannes Screenplay Contest, novamente como melhor piloto de TV na categoria drama com o roteiro Broken Family. Atua hoje como roteirista profissional, autor e Script Doctor, além de ser o embaixador da Vancouver Film School no Brasil. No final de 2016 ficou em segundo lugar no Los Angeles Screenplay Contest na categoria TV Script novamente com o Broken Family. Atualmente trabalha sob contrato para um estúdio de games, para quem escreveu DOLMEN, que chega ao mercado em 2018 e está escrevendo uma série de Drama para a TAC Filmes.

CAMILA AGUSTINI

Roteirista e scriptdoctor formada pela EICTV (Cuba) com passagem pela Concordia University (Canadá). Participou em diversos festivais e mercados internacionais como HotDocs, Havana, Guadalajara, Bafici, VentanaSur, Guiões etc. Foi selecionada para participar de duas edições do Talent Campus promovido pela Berlinale: no Festival de Guadalajara e no de Buenos Aires. E também para participar do Docs Accelerator, programa do Festival HotDocs (Toronto) e do Taller para Direccion de Atores Naturales com Abbas Kiarostami durante o Festival Ibaff, em Múrcia (Espanha). É roteirista da série “As Aventuras do Senhor Gonçalo” (TV Escola, indicado aos Prêmios TAL TV e Festival Internacional de Televisão). Atuou no desenvolvimento de diversos projetos transmídia da TV Globo onde também foi analista de projetos de filmes e séries e colaborou como pesquisadora no desenvolvimento da série “Felizes para Sempre” e da novela “Malhação – Casa Cheia”. Foi roteirista do núcleo criativo da Asacine, onde desenvolveu junto ao roteirista espanhol Ángel Lara, o projeto de série “A Jaula”, colaborou com Antonia Pellegrino no roteiro do longa “Terra”, a ser dirigido por Marianna Brennand, escreveu o roteiro de “Tarde Demais”, a ser dirigido por Tomás Portella e está desenvolvendo uma série de projetos com o diretor Karim Ainouz, com quem colabora desde 2014. Como scriptdoctor já deu consultoria para projetos no Brasil e no exterior (Canadá, Costa Rica, Cuba, Equador e Espanha). Atua também na formatação de projetos para o FSA e é membro do Conselho Consultivo da ABRA (Associação Brasileira de Autores Roteiristas) e produtora associada ao FRAPA (Festival de Roteiro de Porto Alegre). Seu projeto “O Homem Descalço” foi premiado como Melhor Roteiro no Festival Guiões 2014, em Portugal, depois de ser indicado como Melhor Roteiro Inédito, no Festival de Havana e selecionado para o 1Open Pitching do Festival de Guadalajara.

GONÇALO GALVÃO TELES

Nascido em 1973, Gonçalo Galvão Teles formou-se em Direito pela Universidade de Lisboa antes de viajar para os Estados Unidos onde concluiu o Mestrado em Escrita de Argumento na prestigiada Universidade do Sul da Califórnia.

Regressado a Portugal, o seu primeiro argumento produzido, a curta-metragem de animação “A Suspeita”, ganhou o Cartoon D’Or para melhor filme de animação europeu do ano 2000. Desde então, Gonçalo Galvão Teles tem vindo a desenvolver uma carreira como argumentista, realizador e produtor de vários filmes, onde se incluem os telefilmes “Teorema de Pitágoras” (argumentista e realizador), “A Noiva” (co-realizador) e “Jogo da Glória” (argumentista), as longas-metragens “O Jardim do Outro Homem” e “O Último Voo do Flamingo” (argumentista), e as curtas-metragens “O Outro Lado do Arco-Íris”, “Senhor X” e “Antes de Amanhã” (Prémio de Melhor Curta-Metragem do Festival Caminhos do Cinema Português, Grande Prémio Ovarvídeo e Grande Prémio do Festival Internacional de Curtas-Metragens do Mediterrâneo), todas como argumentista e realizador.

O ano passado estreou a sua primeira longa-metragem “Gelo” (Melhor Filme nos festivais de Sidney e New Jersey), a que dará seguimento com “Amanhã Não É Hoje”, que recebeu recentemente financiamento à produção do Instituto do Cinema e Audiovisual. Entretanto co-realizou a longa-metragem/série de televisão “Soldado Milhões”, com estreia marcada para 9 de Abril de 2018.

Paralelamente, tem desenvolvido uma carreira como professor, tendo ministrado workshops para várias entidades e assumido, desde a sua fundação em 2007, a responsabilidade das cadeiras de escrita de argumento do Mestrado em Estudos Cinematográficos da Universidade Lusófona. Desde 2011, acumula funções de ensino na Licenciatura em Cinema da mesma Universidade, sendo responsável pela orientação dos argumentos das curtas-metragens de final de curso. Mais recentemente assumiu o pelouro dos projectos internacionais da Universidade, sendo responsável pelos programas Essemble e Looking China, e Director Pedagógico Kino Eyes Movie Masters, Mestrado Internacional em Ficção Cinematográfica.